terça-feira, 31 de outubro de 2017

“No priest, no party”

Quatro jogos na Liga dos Campeões, quatro derrotas, quatro “penalties” contra, dois vermelhos, dez golos sofridos, um marcado, guarda-redes goleador. Como diria Francisco J. Marques, “no priest, no party”.

10 comentários:

  1. 1 golo marcado e 10 sofridos!
    E o Qarabag já leva 2 pontos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Vou actualizar. Obrigado pela informação.

      Eliminar
  2. Complementando, nos últimos 10 jogos na prova, 8 gp assinaladas contra.
    https://www.facebook.com/playmakerstats/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A isso a carnidagem vai responder com a diferente qualidade dos adversários. :)

      Eliminar
    2. ... e não na diferente qualidade das arbitragens ... :)

      Eliminar
    3. Meu caro,

      Tem toda a razão. O Basileia e o CSKA são dois colossos mundiais como todos sabem. Ano sim, ano não ganham a Liga dos Campeões. Com este dois não se brinca e ainda falta o Celta de Vigo.

      SL

      Eliminar
  3. Rira meilleur qui rira le dernier...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Tem toda a razão, mas não há nada que nos impeça de rir pelo caminho.

      Eliminar
  4. “No priest, no party” significa "Não há vouchers, não há palhaço"?
    (Desculpai, mas o meu inglis é mau, muito mau mesmo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      A tradução seria mais "sem padre não há festa". Reconheço que a sua é melhor: "sem vouchers não há palhaço".

      SL

      Eliminar