quarta-feira, 24 de junho de 2015

Potencialidades e realidades

Ano após ano, seleção após seleção, os jogadores do Sporting são sempre os que revelam maiores potencialidades. Hoje, nos Sub 21, acabámos a jogar com o Esgaio, o Paulo Oliveira, o Tobias, o William Carvalho, o João Mário e o Iuri Medeiros; acabámos com seis jogadores do Sporting em onze.

Estas potencialidades teimam em não se transformar em realidades, no que mais interessa: a vitória no Campeonato Nacional. Será que o Jorge Jesus vai transformar as potencialidades em realidades? Ou vai admitir, e a história dá-lhe razão, que há uma diferença inultrapassável entre potencialidades e realidades?

Sem comentários:

Publicar um comentário