segunda-feira, 18 de maio de 2015

Está tudo dito

Está tudo dito aqui. Não acrescento, nem retiro nada. Não saberia dizer melhor. E não se fala mais nisto.

8 comentários:

  1. O Cherba é muito engraçado, mas sabe muito mais do que o que conta. De qualquer modo, ainda bem que reconhece que o Leonardo Jardim comunicou que queria sair logo em JANEIRO de 2014, muito antes de aparecer o Mónaco, clube que permitiu uma saída airosa para ambas as partes. O Jardim já não estava satisfeito com a inconstância de Bruno de Carvalho, com a incontinência verbal; e se calhar a gota de água foi a contratação de Shikabala (um prenúncio do que iria suceder esta época...) e toda a propaganda que o clube fez desse jogador/palhaço e subsequente pressão sobre o treinador para que ele jogasse (mas só calçou no último jogo do campeonato...).

    Só que com o Jardim o BdC não podia "levantar cabelo", porque o madeirense era o seu "seguro de vida". Era o treinador que dava alguma credibilidade a um presidente que era uma incógnita e havia falhado logo uma das promessas mais importantes, que era a da recapitalização imediata da SAD com investidores (até hoje nada).

    O Cherba sabe muito bem que o José Eduardo faz o que faz com o acordo do BdC. Isso é óbvio. E resta saber porquê o ódio a Marco Silva. Porque a afirmação de um fez-se em detrimento do outro. Porque BdC nunca perdoou que Marco Silva tivesse ganho o balneário por ter apoiado os jogadores após a derrota em Guimarães. Mas da maneira insubordinada que se viu os jogadores reagirem, demonstrando que, bem ou mal, não reconheceram legitimidade a BdC para dizer o que disse (o Nani ameaçou até mais do que uma vez de que podia ir embora em Janeiro...), se o treinador não agarrasse ali o balneário, a época do Sporting poderia ter sido uma catástrofe como a de há três anos. Mas a partir dai o Marco Silva ficou (ainda mais) marcado, e se já antes havia desconfiança entre ambos, a partir de Dezembro, sabendo que José Eduardo é um testa-de-ferro de BdC, e que o treinador foi mesmo despedido - só não tendo sido o despedimento formalizado por causa de problemas directivos que daí adviriam, para além de custos de popularidade para o presidente - o mal-estar ficou até hoje, como se vê pela marcação cerrada que continua a ser feita ao treinador, até directamente pelo presidente.

    Na próxima época o que vamos ter é a mesma governação de Bruno de Carvalho, comportando-se como o "general manager" do Sporting e depois que venha um treinador (veja-se como ele e a sua gente desvalorizam a função) e que se amanhe com o que ele lhe der, mesmo que exija o ataque ao título com "reforços" da equipa B. Isto logicamente que não tem ponta por onde se lhe pegue, e numa SAD descapitalizada junta-se ainda a falta de orientação.

    ResponderEliminar
  2. És tu, Godinho? Ainda andas orientado na vigilância aos jogadores ou voltaste a alugar uns paquetes para a Expo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "És tu, Godinho? Ainda andas orientado na vigilância aos jogadores ou voltaste a alugar uns paquetes para a Expo?"

      Argumentos tens ZERO.

      O outro mandava vigiar os jogadores, este até se mete no balneário, mais parecendo um "encarregado" a vigiar os "empregados". Nem um nem outro têm nível para o Sporting.

      Eliminar
  3. Caro Rui,
    Apenas uma pergunta: acredita, como parece pretender fazer crer o autor do texto, que a intervenção de José Eduardo em Dezembro não teve o patrocínio de BC?
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Nesta altura, não interessa muito falar nisso. Falta jogar uma final. A atenção deve estar nessa final.

      Quando acabar a época, conversamos outra vez. Vamos ver as decisões. Essas é que interessam. Podem-se tomar boas decisões pelas piores razões.

      SL

      Eliminar
  4. A qualidade e transparência do trabalho efectuado por esta direcção está hoje espelhado na entrevista dada ao jornal DN pelo vice- presidente dr. Carlos Vieira. Não é demais lembrar que quando esta direcção - liderada pelo dr. Bruno de Carvalho - tomou posse o clube andava pelas ruas da amargura tanto desportiva como economicamente. Esta direcção SALVOU o Sporting Clube de Portugal, e restitui-lhe credibilidade, ambição e o respeito que merece. Já se esqueceram disto? Dai os ataques constantes da cs afecta aos lampiões e andrades. Compreendo até algum mau-estar em alguns que foram despedidos - devido a restruturação negociada com a banca - daqueles que estavam no clube com remunerações altíssimas sem que os sócios percebessem o que faziam, daqueles que não precisavam de comprar bilhete e eram habitués na Tribuna Vip. Há pois muito ressabiamento compreensível...Mas já basta o ataque constante e massacrante ao Sporting diariamente em quase toda a cs e ainda temos que levar com alguns sportinguistas a contribuir para este turbilhão. A direcção e BdC têm sido perfeitos? É claro que não! Os sportinguistas têm direito a emitir opinião? Claro que sim! Mas lembrem-se sempre dos "10 mandamentos do sportinguista" escritos por esse grande atleta e dirigente sportinguista dr. Salazar Carreira. Por último - curiosamente, não tendo votado nesta direcção - não sou alheio ao bom trabalho que tem feito e apoiei e apoio sempre eleitos versus funcionários. A legitimidade está nos eleitos. Quem assim não pensar pode sempre convocar uma AG e derrubar a direcção vigente. Saudações Leoninas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cassete n.º 1, versão 1.0.

      Eliminar