sexta-feira, 15 de agosto de 2014

O único grande reforço

O Sporting ficou em segundo lugar na época passada. Deu luta até ao fim. Não foi por acaso. As nossas maiores debilidades foram os extremos e o médio mais ofensivo. Só que os jogadores dessas posições são raros e caros. Sendo assim, não era fácil encontrar reforços que entrassem diretamente na equipa titular.

O grande reforço para esta época é a manutenção do William Carvalho. Com ele, não é fácil apanhar a equipa descompensada, não é fácil pressioná-la. Está sempre no sítio certo, seja a atacar ou a defender. Quando avança a equipa avança. Quando recua a equipa recua. Com a bola, encontra sempre a melhor solução e o colega menos pressionado pelos adversários. Se não encontra de imediato, segura-a o tempo que for preciso, não a perde. Parece que tem uma “playstation” na cabeça.

Sem ele, todos os outros seriam sofríveis. Com ele, o Maurício não parece ter custado uma bagatela. O Rojo fica menos amalucado. O Cedric e o Jéfferson atacam e defendem com confiança. O Adrien não tem medo de perder a bola e pressiona mais à frente. Se alguém se sentir atrapalhado com a bola só precisa de a remeter para aquele porto seguro. De vez em quando, surpreende os adversários com uma arrancada, um passe vertical, que deixa para trás meia equipa adversária.

Se ficar, o Sporting será forte. Se sair, o Sporting será sofrível.


(O Slimani também merece uma referência. Em Portugal, qualquer equipa precisa de um “pinheiro”. Quando se encontra um “pinheiro” que marca golos, só por muito dinheiro é que uma equipa se desfaz dele)

Sem comentários:

Publicar um comentário