quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Futebol de pernas para o ar

Cristiano Ronaldo, o melhor do mundo, é mais controverso em Portugal do que em qualquer outro país. O ressabiamento manifesta-se na primeira oportunidade. A última oportunidade foi o golo contra a Dinamarca.

Vi o jogo e aquela jogada em particular. Não tive dúvidas que não era autogolo. A única dúvida é se depois da bola cabeceada ela também toca no defesa. O comentador, Tadeia ao que me dizem, anunciou o autogolo. Por todo o lado se celebrou mais o autogolo do que o golo. Por outras palavras, não se celebrou o golo nem o autogolo, celebrou-se o facto de o Cristiano Ronaldo não ter marcado golo.

Fica a imagem, que vale mais do que mil palavras.


21 comentários:

  1. Ora nem mais. Parece que é pecado reconhecer o extraordinário que é Ronaldo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Nem mais. O problema é quando não se reconhece também o Prémio Nobel da Literatura ou a referência a dois investigadores portugueses na oração de sapiência do Prémio Nobel da Física do ano passado.

      Eliminar
  2. Não é pecado, não, o que eles tentam é menorizar os feitos do CR7 para que possam continuar a dizer que o Eusébio é o melhor jogador português de todos os tempos (leia-se jogador das galinhas porque eles querem lá saber do Eusébio).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Quando o Bernando Silva for o melhor do mundo serei dos primeiros a sublinhá-lo. Aliás, um dos melhores omentos futebolísticos que vivi foi o calcanhar do Madjer.

      SL

      Eliminar
  3. Caro Rui,

    Nada que nos surpreenda. Eu ainda diria mais, deu-se mais destaque ao cruzamento (que foi excelente) do que ao golo. É ver as capas de OJOGO e outros "jornais" azuis. Se o golo fosse de algum vermelho então aí... O problema principal é existirem jogadores portugueses que joguem no slb passíveis de marcar um golo pela selecção.

    Mas noutro registo, no jogo dos sub-21, o Bernardo Silva (que grande, grande jogador - ainda bem que o slb já o vendeu; eles acham que não;) foi sempre apresentado como "jogador do Monaco, emprestado pelo Benfica". Por outro lado, o Iuri Medeiros foi sempre apresentado como "jogador do Sporting B". Eu gostava de saber porquê que o Bernardo não foi apresentado como "jogador do Monaco, emprestado pelo Benfica B". É que nos A só ele "nascesse 20 vezes" (JJ dixit).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Repito o que disse acima. Quando o Bernardo Silva for considerado o melhor do mundo serei dos primeiros a reconhecê-lo e com muito agrado.

      Um abraço

      Eliminar
  4. Caro Rui,

    Também eu ouvi, incrédulo, esse comentário de Tadeia. De facto há coisas que não se conseguem mesmo perceber e nem adianta comentar: o melhor será mesmo deixar a imagem falar por si, para que todos possamos perceber ao ridículo que se chega quando se sofre de "clubite".

    SL



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro João,

      O comentário futebolístico é efeito de cachecol e bandeirinha. Na política também é assim, mas disfarçam melhor.

      Eliminar
  5. Caríssimo Sr.,

    Escrevo-lhe destas distantes paragens e tempos idos para manifestar o meu desacordo com o essencial do post e dos comentários acima.

    Não creio tratar-se de clubite ou qualquer das suas vertentes. Trata-se, como será facilmente demonstrável, de um caso de desobediência à inteligência. Não valerá a pena perdermos muito tempo com este assunto nem elaborarmos inflamadas catilinárias que o senhor em causa não merece.

    Creio porém que nesta questão se poderão aplicar alguns preceitos que desenvolvi em tempos acerca da Desobediência Civil. Será que se justifica estarmos obrigados a pagar, através dos nossos impostos, os estipêndios desta e doutras alimárias semelhantes?


    Respeitosamente,

    H. D. Thoreau

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Desobediência à inteligência é sem dúvida uma grande conceito. É como a Desobediência Civil mas em registo ainda mais anárquico.

      Cumprimentos

      Eliminar
  6. Estou, mesmo a ver o comentário do Rui Gomes da Silva: «Oiça, o Ronaldo, nem lhe tocou».

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      É só esperar uns dias. Aposto singelo contra triplicado.

      Eliminar
  7. Destaque merecido ao auto-golo :) Um dia ou dois dias antes já havia vomitado com um cromo qquer com voz arreganhada no programa mais futebol que o nosso CR7 em 16 jogos contra as grandes seleções só fez 1 golo. Há de tudo para desfazer no nosso menino de ouro.... Ah espera, esse é o Bernardo Silva presentemente... O ivan passou-lhe a pasta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Também ou vi isso. Uma autêntica vergonha.

      SL

      Eliminar
  8. sem pôr em causa o enorme valor desportivo de Cristiano Ronaldo, não consigo entender esse vosso, cada vez mais frequente, conflito com a verdade.

    que diferença há entre a vossa clubite e a de quem contraria a vossa visão sectária, a única 'verdade' - a vossa - mesmo sendo da mesma cor clubística, como é o caso do António Tadeia.

    não é, e muito poucas vezes será, uma imagem parada (fotografia), a dissipar este tipo de dúvidas.
    no caso presente esta dá algum jeito, mesmo sem ter (em) jogado à bola, basta pensar um bocadinho e, com alguma facilidade, se começa a deixar de ter dúvidas.

    após o tenso, espectacular cruzamento do Quaresma, é a forte pressão e a excelente impulsão de CR - (se tivesse tocado a bola como a foto induz, esta seria desviada na sua trajectória e entraria por alto e a meio da baliza e, não como aconteceu a descair devido ao raspar pela cabeça do dinamarquês sobre o canto imferior direito) - que obrigam ao duplo erro do central e do guarda-redes.

    a bem da verdade e só por isso, é sem dúvida auto-golo.

    o esclarecimento completo, somente depois de ter visto e revisto toda a jogada, em 'slow motion'.

    façam o mesmo e sobretudo sejam honestos para com vós próprios.

    - p.s. -

    de resto, as figurinhas de truão nem para sorrir ... de dó!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Quem não quer ver não vê. Compreendo isso perfeitamente, mesmo quando não se quer tirar qualquer mérito ao Cristiano Ronaldo.

      Volte sempre.

      Eliminar
    2. caríssimo Rui

      você diz tudo na sua primeira afirmação. ao que escrevi, nada tenho a acrescentar.
      nunca procurei viver a minha vida, construindo realidades paralelas.

      Eliminar
  9. O Zé da Mouraria é burro ou está a gozar. Qual é a parte da foto onde se vê a água a saltar do cabelo do Ronaldo que não percebe? Foi um ovni que lhe bateu na cabeça? Dahhhh?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro,

      Deixe lá isso. Quando for e se for o Bernardo Silva eles vão ver. Espero que vejam golos.

      SL

      Eliminar
    2. Me...tralha

      não deixe que o seu narcisismo se confunda a olhar-se ao espelho

      Eliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar