quarta-feira, 23 de março de 2016

Futebol contrafeito

Durante muitos anos frequentei a feira de Barcelos, cidade de onde sou natural. Lá se encontrava (e encontra) um pouco de tudo. Relativamente ao material contrafeito poderíamos estabelecer (assim por alto) uma classificação de 3 tipos: O óbvio (aquele que tem adidas escrito com “z”, por exemplo), o muito bom, que passava bem na montra de qualquer loja (caso não muito raro) e, por último, o verdadeiro não autenticado, o material era o mesmo (produzido, aliás, nas fábricas da região para as marcas) mas sem o logótipo da marca em causa. Será a etiqueta que faz a diferença?

E o Sporting deste último jogo, o tal das camisolas com nomes trocados para combater a contrafacção. Qual será a verdadeira versão do Sporting? Será a contrafeita? E assim sendo, qual? Na verdade, o Sporting desta jornada foi igual ao Sporting de jornadas anteriores, mas com (muito) mais eficácia (há que dizê-lo) e sem o colinho quentinho da alcova onde outros se deitam. Em determinados momentos (não é preciso sempre) dá jeito uma caminha bem-feita. Tinha dado jeito em Guimarães onde outros trouxeram uma vitória com um colinho do tamanho do Guerra. Por exemplo.

Ao analisarmos o facto de o Benfica não sofrer qualquer penalti há mais de um ano, acompanhado de uma sobremesa sem direito a qualquer cartão vermelho, estamos perante as tais coincidências que por vezes nos remetem para a hoste dos incrédulos. É o seu conjunto que não nos permite acreditar em nenhuma em separado. Quer dizer, poderia ter acontecido não existirem penáltis. Mas será esse o caso? Sabemos bem que não. E expulsões? Ninguém foi expulso, é um facto, mas ninguém durante esse tempo mereceu ser expulso? Basta o exemplo do Sanches contra o Sporting, e o seu posterior tratamento jornalístico, para percebermos como funciona a geringonça gerida pela liga e abençoada pelo sistema.

O sistema tem um nome (ou dois, consoante), ontem e hoje: Porto e Benfica. Atente-se na ânsia como estes queriam (e querem) um Sporting fragilizado para poderem repartir as conquistas, sejam estas desportivas, sejam financeiras (num país de parcos recursos). Ainda o ano passado, faziam tábua rasa das suas diferenças, as tais que causaram uma guerra no futebol nacional, com apitos pintados de dourado, apenas para tentarem lançar o Sporting borda fora. Deu no que deu. Recordo-me bem da atitude paternalista e condescendente de Pinto da Costa para com o Sporting liderado por Godinho Lopes, no ano do nosso sétimo lugar. Foi aí que percebi o buraco em que estávamos.

Existe, de facto, muita contrafacção no futebol português (começando na liga e na FPF), e olhem que é daquela contrafacção que se vê à vista desarmada, a óbvia, a tal onde adidas se escreve mesmo com “z”: Adidaz.  

22 comentários:

  1. E então àquele que, desesperadamente e à descarada, quer dar o tri ao Carnide será mesmo adeuz e não voltez maiz.
    O maior exemplo de contrafacção rasca, da pior qualidade, que (espero), lá para Junho, deixaremos de ver por essas "feiras".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu Caro,

      A esse, como diria o Herman adeuzzz zzz.
      Mas temo que a feira irá continuar. É uma estrutura (para usar um termo reconhecido no mundo futeboleiro) bem oleada. E o que não falta é óleo para lubrificar a coisa...
      SL

      Eliminar
  2. sempre a mesma coisa, mesmo fazendo um campeonato mais ou menos a culpa é sempre dos outros. Uns calimeros!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com colinho é fácil chamar aos outros calimeros. Vai lá chupar na picha do Orelhas.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  3. Grande posta à mirandesa GP. Sem espinhas, ou melhor, perto do osso. Fizeram-nos a folha vezes sem conta, e com um sorriso condescendente no rosto.
    É todo um mundo de fancaria e de botox que vai escondendo o que realmente se passa. Nesta feira não há ASAE que nos valha...

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Amigo,
      Por acaso, já marchava uma posta à mirandesa.
      É fancaria e em segunda mão. Não há botox que a aguente muito mais tempo. Espero.

      Abraço

      Eliminar
  4. Caro Gabriel,

    No Sporting existe uma versão original e outra contrafeita. Nem sempre as descortinamos. São muito parecidas. O "z" parece um "s" e vice-versa.

    Quanto ao campeonato já tenho mais dúvidas. Só existe uma versão. Não sei é qual delas é. Ou a versão original nasceu contrafeita ou a versão contrafeita nunca encontrou a original.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Rui,

      Seja qual for a versão no Sporting esta está sempre tolhida por meandros que não domina.

      No campeonato as coisas são mais simples, já ninguém se recorda da versão original. Pergunta-se: sendo assim será contrafação? Temos que acrescentar um ponto à classificação acima.

      Um abraço

      Eliminar
  5. AntiAmnésiaSeletiva24 de março de 2016 às 11:28

    Uma lição de borla para quem é desonesto intelectualmente:
    o recorde de tempo sem penalties contra é do SCP, que esteve 1788 dias sem um penalty contra (11/01/1996 a 3/12/200), bem longe dos 366 dias que o SLB leva sem penalties contra.
    O SCP nas épocas de 84-85 e 85-86 não teve nenhum jogador seu expulso. O que prova que esta época a não amostragem de vermelhos a jogadores do SLB está longe de ser inédito. E quem tem um Slimani no clube até devia ter vergonha de falar dos outros. Já para não referir as agressões de João Pereira e João Mário ao Rafa no SCP-Braga (o azar da malta complexada é haver imagens indesmentíveis...).
    O tratamento jornalístico ao Sanches depois do jogo em Alvalade foi vergonhoso, ao perguntarem ao Ruiz durante uma semana o que achou da entrada do jogador do SLB, e ao continuarem essa vergonha o perguntarem ao João Mário em pleno estágio da seleção (?) sobre a mesma entrada. Alguém foi perguntar ao Samarais ou ao Rafa ou a algum dos seus colegas o que acharam das entradas feitas por Slimani, João Mário e João Pereira? Pois...
    Quanto a tirada do "sistema tem dois nomes" basta referir o projecto Roquete... ou já se esqueceram?!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As agencias vão distribuindo um ruído de fundo estranhamente sintonizado. Aconselho vivamente uma olhadela aqui:http://oartistadodia.blogspot.pt/2016/03/tempo-sem-penalties-contra-no-campeonato.html

      De resto a capa da bola de hoje oferece-nos masi uma perola de fancaria: a única chamada de capa relativa ao sporting é para falar do sanches. Está tudo dito.

      Eliminar
  6. Ainda choram pelos 0 penalties ? A sério ?

    Não sei como funciona a memória dos carneiros , mas imagino que não seja muito boa .

    Campeonato 1999/2000 - Sporting é campeão com 0 penalties contra .

    Campeonato 2000/2001 - Sporting é campeão com 17! a favor , um recorde nacional .


    Antes de atirar as pedras , convém certificar se o nosso telhado não é de vidro ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As agencias vão distribuindo um ruído de fundo estranhamente sintonizado. Aconselho vivamente uma olhadela aqui:http://oartistadodia.blogspot.pt/2016/03/tempo-sem-penalties-contra-no-campeonato.html

      Eliminar
    2. 1º - Embora exista alguma verdade no que aí é refutado , e isso acontece porque o quadro do Hugo Gil está errado , o Sporting esteve efetivamente 4 épocas ( não digo 4 anos ) sem um penalty contra .

      Nas épocas 96/97 , 97/98 , 9899 e 99/2000 o Sporting não teve nenhum penalty contra no campeonato .

      Esse jogo é de Abril , logo é relativo ao campeonato 95/96 .

      2º - Não sei para que disponibilizou esse link visto que eu não falei das 4 épocas sem penalties . Só mencionei a de 99/2000 que culminou na conquista do campeonato pelo Sporting .

      Visto que para muitos é incrédulo ...

      Eliminar
    3. repito:
      "Ao analisarmos o facto de o Benfica não sofrer qualquer penalti há mais de um ano, acompanhado de uma sobremesa sem direito a qualquer cartão vermelho, estamos perante as tais coincidências que por vezes nos remetem para a hoste dos incrédulos"

      Eliminar
    4. Tinha alguma lógica se o mesmo não se verificasse no vosso clube .

      Se for necessário também consigo compilar uma lista de vários lances para vermelho que não foi mostrado em jogos do Sporting .

      Aliás , o próprio jogador do Sporting que vem defender a entrada do Renato sobre o Ruiz , foi protagonista de uma entrada semelhante , também não sancionada , contra o Braga .

      Ou seja , são erros que acontecem , e acontecem para todos .


      Se ficaram penalties por marcar contra o Benfica ? sim
      Ficaram vermelhor por mostrar ? sim

      Mas não aconteceu apenas com o Benfica . Se querem an alisar tirem as lentes verdes e analisem todos os lances , incluindo os vossos .

      É feio também comer e acusar apenas os outros .

      Eliminar
  7. Meu caro,

    Excelente post. Eu acho que vamos tendo contrafação para todos os gostos, depende dos jogos. Por exemplo, no Benfica - Estoril foi contrafação óbvia: toda a gente viu que o árbitro não quis marcar o penalti, era muito cedo e ele não estava ali para enganar ninguém. No Guimarães - Benfica tivemos material contrafeito muito bom. Teria passado se só tivessemos olhado uma vez. O pior é que foram logo dois 'defeitos' quase de seguida. Em Paços de Ferreira tivemos o verdadeiro não autenticado. Até há imagens em que se fica com a ideia que há um toque, mas a comparação do critério do árbitro com um lance instantes antes na área do Benfica deixa-nos com a certeza que a cópia não é bem igual ao original.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro João,

      Tem razão. Acho que até podíamos propiciar uma série de workshops e formações sobre a área em causa. temos o Know-how e larga experiência. Seria um meio de prestigiar o país a nível internacional.

      SL

      Eliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Tenho sempre um problema de nexo causal quando vejo algo escrito pela propaganda lampiónico-goebbelsiana: será Portugal um país atrasado por ter muitos lampiões, ou teremos muitos lampiões por sermos um país atrasado?

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar